Cantinho da redação – O que realmente sou?

Sou uma minúscula partícula desse universo sem fim.

Sou um pedaço dessa humanidade gigantesca.

Sou uma gota d’água nesse oceano da vida.

Sou cobrada para ser muito, mas sou tratada como nada.

Em muitos lugares sou reconhecida apenas como um número. Não tenho nome, nem cara.

Sou reconhecida pela minha capa, pelo o que as pessoas veem por fora, mas que pouquíssimos são capazes de conhecer por dentro.

Sou taxada de boa, compreensiva, tranquila. Mas como realmente sou?

Sou frágil, sou forte, sou medrosa, sou corajosa, sou criança, sou idosa.

Sou simplesmente uma obra inacabada nesse mundo.

universo

Categories: Cantinho da redação | Tags: , , , | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “Cantinho da redação – O que realmente sou?

  1. Sua obra inacabada é pela falta do objeto, mas qual objeto? Todos, afinal o desejo é causado pela falta. Existe um infinita variabilidade de objetos que podemos desejar. Desejamos uma multiplicidade de objetos e jamais experimentamos uma satisfação completa porque somos seres furados, faltosos.
    Pensamento baseado na tese de Lacan!!

    Mas afinal a Autora é mesmo cobrada para ser muito, mas não é só por ser taxada a ser boa e sim por que verdadeiramente ela é.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

site na WordPress.com.

blogfjteste

A great WordPress.com site

Perfeita Assimetria

Porque a "perfeita simetria" é muito chata. Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante.

Animalescos

Site dedicado aos nossos melhores amigos

Uma Sul Americana

Blog de viagem da América do Sul

Literatura é a tua mãe

Porque na realidade, a literatura é mãe de todos nós

Alvorada dos Povos

Insistir, Persistir, Lutar…

Edgar de Sousa

Coisas parvas da Vida!

%d bloggers like this: